Justiça manda retirar fake news contra Farid do ar

A ação refere-se a uma imagem que afirma a exclusão do Sr. Farid Madi, pré-candidato a prefeito de Guarujá, das próximas eleições

Farid. - Imagem: Reprodução | Redes Sociais
Farid. - Imagem: Reprodução | Redes Sociais

Redação Publicado em 03/07/2024, às 09h00


O Juízo da 310ª. Zona Eleitoral de Guarujá/SP, em resposta à Representação por Propaganda Eleitoral Antecipada e caluniosa, apresentada pela direção municipal do Partido Podemos Guarujá, determinou a remoção de conteúdo irregular publicado no perfil "Repórter da Baixada" nas redes sociais. A ação refere-se a uma imagem que afirma a exclusão do Sr. Farid Madi, pré-candidato a prefeito de Guarujá, das próximas eleições.

O pedido inicial foi recebido e processado de acordo com os critérios estabelecidos no artigo 17 da Resolução TSE nº 23.608/2019. O perfil responsável pela publicação deverá remover o conteúdo no prazo de 48 horas, sob pena de multa diária. 

Farid Madi segue como pré-candidato do Podemos nas próximas eleições municipais do Guarujá e está em plenas condições legais de participar das eleições. O Juiz Eleitoral Marcelo Machado da Silva, responsável pelo despacho, ressaltou a importância da conformidade com as normas eleitorais para assegurar uma disputa justa e transparente.

“Mentiras e fake news são ruins para o processo eleitoral, isso não ajuda a democracia e confunde os eleitores. Quem está fazendo isso não tem compromisso com a verdade, porém eu sigo tranquilamente a minha pré-campanha, conversando com as pessoas e desenvolvendo propostas para o Guarujá”, disse Farid Madi.