Obras

Nova policlínica de Santos, no Bairro Estuário, já está com estrutura pronta

A obra irá beneficiar mais de 18 mil munícipes

A construção começou em agosto do ano passado, na Avenida Afonso Pena, sob fiscalização da Secretaria de Infraestrutura e Edificações - Imagem: reprodução redes sociais
A construção começou em agosto do ano passado, na Avenida Afonso Pena, sob fiscalização da Secretaria de Infraestrutura e Edificações - Imagem: reprodução redes sociais

Karina Faleiros Publicado em 07/08/2023, às 14h09


A Policlínica Estuário já conta com dois pavimentos (térreo e primeiro) e 800m² de área construída, junto com a estrutura, alvenaria e divisórias prontas executadas. A nova unidade de saúde de Santos vai oferecer dez consultórios no andar térreo, sendo quatro para atendimentos geral, quatro para ginecologia/pediatria, com banheiro, e outros dois consultórios odontológicos com recepção.

Segundo a Prefeitura de Santos, a construção do moderno edifício de dois pavimentos começou em agosto do ano passado, em terreno localizado no número 541, na Avenida Afonso Pena, sob fiscalização da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi).

“Todas as divisórias dos ambientes foram executadas, faltando apenas a instalação do dry wall. Parte dos pisos já foi instalada e está sendo finalizada a impermeabilização do telhado para começar a colocação dos forros”, informa o arquiteto Roger Guerra, chefe do Departamento de Obras da Siedi.

É previsto que a obra termine no final deste ano, visando a prestação de serviços para 18 mil munícipes. A nova policlínica, um investimento de R$ 4 milhões, é viabilizada por meio de uma parceria entre a Prefeitura, O Lions Clube Ponta da Praia e a Eldorado Brasil Celulose, que custeia inteiramente a obra.

O local escolhido para abrigar a nova policlínica é onde funcionava o Lions Clube Ponta da Praia, que receberá uma nova sede remodelada na parte superior da unidade, também custeada pela Eldorado Brasil.

Conforto e Qualidade

O edifício da nova policlínica do Estuário segue o padrão de estrutura e conforto das unidades da rede de Atenção Básica, e irá oferecer acessibilidade, incluindo elevador, climatização, para-raios e outras melhorias, propiciando aos usuários e funcionários segurança, privacidade e conforto.

Além disso, o equipamento de saúde terá, no andar térreo, duas salas de enfermagem, expurgo, salas para estoque de medicamentos, procedimento e coleta de curativos de vacina, administração e recepção. E ainda, espaço para resíduos séptico, orgânico e limpo; sala de oxigênio e compressores, expurgo e sanitários masculino, feminino e PNE (portadores de necessidades especiais).

O andar superior será destinado a vestiário feminino e masculino para funcionários, copa, sanitário, sala de equipamentos, almoxarifado, sala de reuniões, expurgo, sala de agente comunitário e dois consultórios de enfermagem com sanitário, além de sala para atividades externas.

A Eldorado Brasil inaugurou, em 31 de julho, o seu novo terminal de celulose no Porto de Santos, equipamento cuja operação gerou a contratação de 127 funcionários, que passaram a trabalhar em um dos maiores equipamentos do gênero no mundo, em uma área de 53 mil m².

A empresa foi a vencedora do leilão federal em 2020 para operar em parte da área onde se localizava a Libra Terminais. A construção do novo armazém, um polo de geração de empregos, aliado à responsabilidade social com a contrapartida da nova unidade de saúde, foi validada após um estudo de impacto de vizinhança, analisado por técnicos de 13 órgãos municipais.

O novo terminal da Eldorado Brasil deixa a empresa com capacidade para escoar até 3 milhões de toneladas de celulose por ano. A carga chega por caminhões e trens, e o equipamento tem capacidade para receber até 72 vagões e conta com dois berços de atracação.

Compartilhe