Tráfico de Drogas

Preso por tráfico, vocalista da banda Aliados é acordado por policiais; confira

Gustavo Fildzz, é apontado como responsável por dois endereços em Praia Grande para plantações de maconha

O cantor recebeu mandado de prisão ao acordar com a chegada dos policiais - Imagem: reprodução redes sociais
O cantor recebeu mandado de prisão ao acordar com a chegada dos policiais - Imagem: reprodução redes sociais

Karina Faleiros Publicado em 03/08/2023, às 10h53


Nesta quinta-feira (3), o vocalista da banda Aliados, Gustavo Fildzz, foi preso em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico, em Santos.

Segundo informações do g1, os policiais entraram armados no local que Gustavo estava dormindo, e deram o mandado de prisão. O vocalista é apontado como responsável por dois endereços em Praia Grande, utilizados para plantações de maconha.

“Levanta aí. Polícia, Fildzz”, disse um dos agentes, enquanto entrava no quarto.

“Tão ficando louco, meu? Quem é? Quem é?” perguntou o cantor, assustado.

“Oh, amigo, pelo amor de Deus”, citou o músico.

De acordo com o delegado da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), Fabiano Barbeiro, foram três meses de investigação até o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, realizados nesta quarta-feira.

A polícia usou técnicas investigativas para chegar aos suspeitos, principalmente de monitoramento e campanas nos endereços investigados. Neste cenário, Fildzz foi visto mais de uma vez nos locais.

Segundo a Polícia Civil, Fildzz alegou que a maconha era para consumo próprio, inclusive sob a prescrição médica. Porém, em cada endereço, foi encontrado mais de 50 pés de maconha, além de brotos e plantas em crescimento.

“Ele é o responsável, o grande articulador desse esquema, então por conta disso está sendo autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico”, explicou o delegado da Deic.

Compartilhe