Investigação

Bolsonaro e ex-ministros são alvos da PF e ex-assessores são presos; entenda

O ex-ministro Torres já responde no STF por suspeita de conivência com os atos de 8 de janeiro

A PF cumpre hoje 33 mandados de busca e apreensão - Imagem: Instagram/ @jairmessiasbolsonaro
A PF cumpre hoje 33 mandados de busca e apreensão - Imagem: Instagram/ @jairmessiasbolsonaro

Redação Publicado em 08/02/2024, às 15h53


Nesta quinta-feira (8), a PF faz operação contra uma suporta organização criminosa que tentou manter o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na Presidência.

Em investigação, os agentes foram à casa do ex-presidente em Angra dos Reis (RJ), para recolher o passaporte de Bolsonaro. O documento não estava no local e por conta disso, foi dado o prazo de 24 horas para a entrega.

A PF prendeu o coronel Marcelo Costa Câmara e Filipe Martins, ex-assessores de Bolsonaro, além de Rafael Martins de Oliveira, major do Exército.

Os ex-ministros de Bolsonaro, Braga Netto, Augusto Heleno, Anderson Torres e Paulo Sérgio Nogueira são alvos de busca e apreensão. De acordo com o UOL, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, também é alvo da PF.

O ex-ministro Torres responde no STF por suspeita de conivência e omissão com os atos de 8 de janeiro, o fazendo ficar preso por quase quatro meses.

Hoje, a PF cumpre 33 mandados de busca e apreensão, quatro mandados de prisão preventiva e 48 medidas cautelares. Dentre elas, está a proibição de contato entre investigados, entrega de passaportes em até 24 horas e suspensão do exercício de função pública.

Compartilhe