Notícia

Em São Vicente mais de 6 mil focos de Aedes aegypti são eliminados

Ralo de quintal, bebedouro de animais domésticos, latas e plásticos, são locais onde a larva do mosquito teve maior incidência

ACE: Agente de Controle de Endemias - Imagem: Reprodução/ Prefeitura de São Vicente
ACE: Agente de Controle de Endemias - Imagem: Reprodução/ Prefeitura de São Vicente

Bianca Novais Publicado em 02/07/2024, às 14h45


Diariamente a secretaria da Saúde (Sesau), por meio da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), promove ações que visam prevenir e controlar os focosdo mosquito aedes aegypti, em São Vicente. 

Cada ação mostra a importância do cuidado na aprevenção de possíveis locais onde as larvas dos mosquitos são evidentes. Uma das importantes ações são as visitas realizadas em domicílios da Cidade. 

“As medidas preventivas, dentro dos imóveis, são de responsabilidade do munícipe, mas a visita do ACE é de grande importância para a redução dos possíveis criadouros do mosquito”, ressalta a responsável técnica da Unidade de Vigilância de Zoonoses, Giselle Ferreira Azevedo Pinto.

A cada três meses a vistoria é feita, no mês de junho, foram examinados 10.205 imóveis, além de lojas, borracharias, ferro velho e escolas.  Ao todo, foram eliminados 6.373 focos do mosquito na Cidade. 

A Unidade de saúde aconselha os munícipes algumas das principais medidas para eliminar os criadouros do mosquito: 

• Colocar o lixo em sacos plásticos e manter em lixeira fechada;
• Remover as folhas, galhos e tudo que possa impedir o escoamento da água nas calhas;
• Limpar, semanalmente, as bordas dos ralos com água e sabão, adicionando sal grosso ou cloro. Mantenha o ralo fechado;
• Usar pratos justapostos em vasos de plantas;
• Lavar semanalmente recipientes com plantas;
• Verificar a caixa d’água e o cano sifão (ladrão).