Notícia

Médica é estuprada em Itanhaém após sair do trabalho

A vítima trabalhava em um posto de saúde no litoral de SP, quando foi rendida por um homem armado

A vítima procurou a delegacia de Itanhaém no dia posterior ao crime - Imagem: Reprodução/ Santa Portal
A vítima procurou a delegacia de Itanhaém no dia posterior ao crime - Imagem: Reprodução/ Santa Portal

Bianca Novais Publicado em 08/07/2024, às 15h08


Uma médica, de 32 anos, foi vítima de estupro na tarde da última quinta-feira (04), na cidade de Itanháem, no litoral de SP, após sair do ponto de saúde onde trabalha. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), a mulher teria sido aborda por um homem com uma faca, que a obrigou a entrar no próprio carro e ir até uma casa, onde o crime aconteceu.

A vítima procurou a Polícia Militar na madrugada do dia seguinte, quando foi levada ao Instituto Médico Legal, onde passou pelo exame de corpo de delito e o protocolo de atendimento médico, em casos quando há suspeita de abuso sexual. A Polícia Civil espera pelos resultados dos exames para que o homem apontado como suspeito pelo crime possa ser acusado.

A médica recebeu toda a assistência médica necessária na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do município, relatou a Prefeitura em nota.