Guerra

10 soldados morreram nas últimas 24h em Israel

Israel sofre maiores perdas desde outubro e encara isolamento diplomático

Combates intensos ocorriam a todo vapor no norte e no sul de Gaza - Imagem: Creative Commons
Combates intensos ocorriam a todo vapor no norte e no sul de Gaza - Imagem: Creative Commons

Karina Faleiros Publicado em 14/12/2023, às 16h06


Nesta quarta-feira (13), Israel anunciou uma das piores perdas em combate em mais de um mês, após emboscada na Faixa de Gaza.

O país enfrenta crescente isolamento diplomático à medida que as mortes de civis aumentam e a catástrofe humanitária se agrava no território palestino.

De acordo com a CNN, os combates intensos ocorriam com intensidade no norte e no sul de Gaza, um dia após a Organização das Nações Unidas (ONU) terem exigido um cessar-fogo humanitário imediato.

10 soldados de Israel morreram nas últimas 24 horas, incluindo um coronel que comandava uma base avançada e um tenente-coronel no comando de um regimento. Essa foi a pior perda em um só dia, desde que 15 soldados foram mortos em 31 de outubro.

Segundo o Exército, boa parte das mortes ocorreram no distrito de Shejaia, na cidade de Gaza, no norte, local onde tropas foram emboscadas tentando resgatar outro grupo de soldados, que havia atacado combatentes do Hamas em um prédio.

Compartilhe