Brasil

Você tem dinheiro esquecido no banco? Veja como checar e sacar

Quase 36,5 milhões de pessoas ainda têm algum dinheiro esquecido em bancos

Confira abaixo como se informar da sua situação - Imagem: Free Pik
Confira abaixo como se informar da sua situação - Imagem: Free Pik

Karina Faleiros Publicado em 10/07/2023, às 10h32


Através do sistema Valores a Receber, brasileiros ainda podem resgatar mais de R$ 7 bilhões do Banco Central. Cerca de 36,5 milhões de pessoas físicas e 2,8 milhão de pessoas jurídicas têm algum dinheiro esquecido em bancos ou instituições financeiras.

Confira como sacar:

Passo 1:

Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br e clique em “Acesse o Sistema de Valores a Receber”.

Passo 2:

Faça login com sua conta Gov.br (nível prata ou ouro). Se você não possuir uma conta nesse nível, faça logo o cadastro ou aumente o nível de segurança (no caso de contas tipo bronze) no site ou no aplicativo Gov.br.

Passo 3:

Se o dinheiro a ser resgatado for seu, basta clicar em “Meus valores a receber”. Caso seja de alguém que já morreu, vá em “Valores de pessoas falecidas”.

Passo 4:

Leia e aceite o termo de responsabilidade.

Passo 5:

Confira o valor a receber, a instituição que deve devolvê-lo e a origem (tipo) do dinheiro. O sistema poderá fornecer informações adicionais, se for o caso.

Passo 6:

Clique em uma das opções indicadas pelo sistema:

“Solicitar por aqui”: para devolução do valor via Pix, em até 12 dias úteis. O usuário deverá escolher uma das chaves Pix, informar os dados pessoas, e guardar o número de protocolo caso precise entrar em contato com a instituição.

“Solicitar via instituição”: é voltado para quem não tem Pix. Neste caso, será preciso entrar em contato pelo telefone ou e-mail informado para combinar com a instituição a forma de retirada. Na tela de informações dos valores a receber, estará disponível os canais de atendimento.

Segundo informações do UOL, O BC cita que o sistema informa que o número de usuários na sua frente e a estimativa de tempo de espera caso muitas pessoas tentem entrar no sistema ao mesmo tempo.

Cerca de R$ 4,2 bilhões foram devolvidos até o fim de maio. O montante devolvido já beneficiou 13,9 milhões de pessoas e 535 mil empresas. Só em maio, os resgates somaram R$ 232 milhões.

Pessoa físicas são a maior parte dos beneficiários com dinheiro esquecido. Quase 36,6 milhões de pessoas têm certa de R$ 5,7 bilhões em valores a receber. Já o montante das pessoas jurídicas soma R$ 1,4 bilhão, com 2,8 milhões de beneficiários.

Grande maioria tem até R$ 10 para receber de volta. A maior parte dos beneficiários (28,2 millhões) têm entre R$ 0,01 e R$ 10 em dinheiro esquecido. Depois, aparecem aqueles com valores entre R$ 10,01 e R$ 100 (11,3 milhões). A minoria (796 mil) tem mais de R$ 1.000,01 para receber.

Entenda sobre o dinheiro:

O sistema de Valores a Receber permite que pessoas físicas e jurídicas consultem valores como:

  • Contas corrente ou poupança encerradas com saldo disponível
  • Tarifas cobradas indevidamente
  • Parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários de cooperativas de crédito
  • Recursos não procurados de grupos de consórcio encerrados
  • Contas de pagamento pré-paga e pós paga encerradas com saldo disponível
  • Contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas com saldo disponível
Compartilhe  

Tags