Guerra

110 pessoas morrem em Gaza nas últimas 24 horas

Al-Bursh cita que a maioria dos mortos são mulheres e crianças

As Forças de Defesa de Israel acusam o Hamas de colocar civis em alvos militares - Imagem: Creative Commons
As Forças de Defesa de Israel acusam o Hamas de colocar civis em alvos militares - Imagem: Creative Commons

Karina Faleiros Publicado em 18/12/2023, às 12h33


Nas últimas 24 horas, no norte de Gaza, 110 pessoas foram encontradas mortas e dezenas ficaram feridas durante ataques israelenses em Jabalia, segundo o diretor-geral do Ministério da Saúde, Munir Al-Bursh, controlado pelo Hamas.

Nesta segunda-feira (18), 110 corpos foram enterrados em um antigo cemitério pela manhã, enquanto dezenas de pessoas ainda estão sob os escombros, de acordo com a CNN.

Devido ao bombardeio, os mortos não podiam ser enterrados no cemitério vizinho de Al-Falluja, e o antigo cemitério em Jabalia, que estava em desuso, teve que ser reaberto.

Segundo Al-Bursh, a maioria dos mortos e feridos são mulheres e crianças. As Forças de Defesa de Israel acusam o Hamas de “deliberada e sistematicamente” colocar civis em alvos militares.

Compartilhe