Futebol

Vandalismo na Vila Belmiro: entenda a confusão do clássico entre Santos e Corinthians

O clássico aconteceu na última quarta-feira (21)

Vandalismo na Vila Belmiro: entenda a confusão do clássico entre Santos e Corinthians - Imagem: reprodução Instagram
Vandalismo na Vila Belmiro: entenda a confusão do clássico entre Santos e Corinthians - Imagem: reprodução Instagram

Manoela Cardozo Publicado em 23/06/2023, às 10h13 - Atualizado às 10h46


A vitória do Corinthians sobre o Santos, no jogo da última quarta-feira (21) na Vila Belmiro, foi marcada por atos de vandalismo por parte da torcida do time da casa.

De acordo com informações da CNN Brasil, a partida teve que ser encerrada aos 42 minutos do segundo tempo por causa da falta de segurança.

O Santos estava perdendo por 2 a 0 desde o primeiro tempo, com gols de Yuri Alberto e Ruan Oliveira. Durante o intervalo, a torcida santista demonstrava seu descontentamento de forma intensa, protestando tanto contra os jogadores, como contra o técnico Odair Hellmann e a diretoria do clube, mas sem violência.

Mas, conforme o jogo se aproximava do fim, alguns torcedores em uma das áreas da arquibancada começaram a lançar bombas e sinalizadores em direção a Cássio, goleiro do Corinthians, que já havia sido agredido na Vila Belmiro no ano anterior.

A partida teve que ser interrompida e Cássio fez gestos para o árbitro Leandro Pedro Vuaden solicitando o encerramento do clássico. O goleiro também mobilizou seus colegas de equipe, orientando-os a deixar o campo e se dirigir ao vestiário.

Diante da confusão, Vuaden decidiu encerrar o jogo antes mesmo dos 45 minutos regulamentares do segundo tempo.

Compartilhe