ADMITE

Após acusação de estupro, atriz admite sexo anal consensual com Thiago Brennand

Em diálogo por mensagens de texto, a atriz Karmel Bortoleti, nega que tenha sido ameaçada com uma arma para fazer sexo com Thiago Brennand

Karmel diz que não teve arma apontada para sua cabeça para fazer sexo com Brennand - Imagem: reprodução Instagram
Karmel diz que não teve arma apontada para sua cabeça para fazer sexo com Brennand - Imagem: reprodução Instagram

Jair Viana Publicado em 04/12/2023, às 12h29


A atriz e produtora Karmel Bortoleti admite em áudio juntado no processo em que ela acusa o empresário Thiago Brennand de estupro, que na verdade o ato sexual foi consensual. No mesmo áudio, questionada por Thiago se ele faria sexo não consensual, a atriz diz que não.

THIAGO JUNTA ÁUDIO

Logo que o processo foi instaurado para apurar suposto estupro, Thiago Brennand apresentou em juízo, o áudio onde ele e Karmel comentam sobre o ato sexual. O material foi apresentado no processo para mostrar ao juiz que não houve nada forçado e que a própria atriz admite que não sofreu constrangimento para fazer sexo com o empresário.

Na conversa entre a atriz e o empresário é possível perceber que ambos concordam que o ato sexual que é alvo de um processo em andamento na Justiça paulista foi de comum acordo.

O trecho mais polêmico do diálogo entre eles é exatamente o ponto em que Karmel reconhece que não fez sexo forçado com o empresário. O que ela reclama é de dor durante a relação anal que aconteceu no mesmo ato em que os dois se satisfizeram.

Ainda sobre o sexo anal, Thiago questiona: “Você há de convir, por exemplo, eu faria em algum momento da minha vida sexo não consensual, com uma mulher?”. A resposta de Karmel foi: “Acho que não...” Ela segue alegando que sentiu dor ao fazer sexo anal.

Em trecho anterior, ainda sobre o ato sexual, o empresário pergunta: "...eu botei uma arma na sua cabeça?”. Ela respondeu com segurança: ”Não”. Ela ainda nega que tenha sido ameaçada por Thiago.

Em um dos trechos da conversa, os dois concordam que se realizaram sexualmente. Em mensagens posteriores ao caso, Karmel declara seu amor a Thiago, inclusive fez a mesma coisa em conversas com amigos.

Eles se conheceram em 2021 pelo Instagram e a partir dai iniciaram um relacionamento mais íntimo. Ela saiu da Miami para ficar com Thiago em sua mansão em Porto Feliz.

Após a relação sexual que se transformou em processo, os dois tiveram outros encontros sexuais, inclusive dias após o ato que Karmel agora denuncia, ela mesma fez chamada de vídeo e fez sexo virtual com Thiago.

Depois de ter ligado para seu irmão, Normar Bortoleti, dizendo que estava em cárcere privado e sendo agredida, a própria atriz foi à Delegacia da Mulher, em Recife e desmentiu o relato que o irmão havia feito, afirmando que houve “um mal entendido”.

ATESTADO SUSPEITO

No processo, enquanto Thiago juntou o áudio com o diálogo sobre a primeira relação sexual, Karmel apresentou um laudo pericial oficial feito pela médica particular dela - o que é ilegal. A médica, segundo a reportagem apurou, teria emitido um atestado médico falso em que afirma que um homem estaria com um problema de pulmão. A médica é ginecologista.

Depois do episódio que é apontado como estupro, os dois se reencontraram em Recife. Ela conheceu a família do empresário, tendo inclusive, participado de um jantar na casa dos pais do empresário.

Ainda em Recife, Karmel disse a Thiago que queria conhecer os hospitais da família dele.

karmel-bortoleti
Imagem: reprodução Instagram @karmelbortoleti
Compartilhe