Oportunidades

Caravana traz serviços de saúde e novos empregos à centenas de santistas

O evento aconteceu no último sábado (03)

Caravana traz serviços de saúde e novos empregos à centenas de santistas - Imagem: reprodução Freepik
Caravana traz serviços de saúde e novos empregos à centenas de santistas - Imagem: reprodução Freepik

Manoela Cardozo Publicado em 05/06/2023, às 11h05


Os primeiros interessados na Caravana do Emprego, Oportunidades e Cidadania chegaram por volta das 6h20 deste sábado (03), na Vila Criativa da Penha, no Saboó.

De acordo com a Prefeitura de Santos, Marcos Antônio Lourenço Pires, morador do Morro da Penha, compareceu ao evento acompanhado da esposa Marli e da filha Miriam, de 6 anos, que possui alergias na cabeça e no corpo.

Eles buscavam atendimento de saúde e chegaram por volta das 9h, cheios de esperança. Marcos, que é motorista categoria D, está disposto a aceitar qualquer oportunidade de trabalho, mesmo que seja como ajudante ou em qualquer outra atividade disponível.

Sua esposa, Marli, teve sorte e recebeu encaminhamento para uma entrevista em uma empresa que estava contratando auxiliares de limpeza.

Durante o evento, foram disponibilizadas 123 vagas de emprego, incluindo funções de cozinheira, chefe de serviço de limpeza, motorista de caminhão e construção civil, conforme informado por Lígia Rosa, do Centro Público de Emprego.

Marcos Antônio aguardará por novas oportunidades de colocação, e sua filha será atendida na segunda-feira na policlínica local.

A caravana, organizada pela Secretaria de Assuntos Portuários e Emprego (SEPORT) e pela Secretaria da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos (SEMULHER), contou com a presença de 10 funcionários da Vila Criativa, voluntários, estudantes de Medicina da Unimes e profissionais de várias áreas da Prefeitura para oferecer um atendimento ágil.

O secretário Bruno Orlandi, da SEPORT, acompanhou as atividades da caravana. A estimativa da coordenadora da Vila Criativa, Carolina Garcia Machado, era atender entre 300 e 400 pessoas.

Em aproximadamente meia hora, foram distribuídas 50 senhas para os serviços de educação, saúde, cidadania, orientação jurídica e empreendedorismo, entre outros.

A Ouvidoria Municipal destacou dois funcionários para realizar uma pesquisa pública sobre a zeladoria da cidade e registrar ocorrências.

Compartilhe