Educação

ETECS e FATECS da Baixada Santista são paralisadas por funcionários em greve

A paralização teve início na última terça-feira (08)

ETECS e FATECS da Baixada Santista são paralisadas por funcionários em greve - Imagem: reprodução Twitter
ETECS e FATECS da Baixada Santista são paralisadas por funcionários em greve - Imagem: reprodução Twitter

Manoela Cardozo Publicado em 09/08/2023, às 08h39 - Atualizado às 09h03


Na última terça-feira (08), os professores, auxiliares docentes e membros da equipe administrativa das Escolas Técnicas (ETECS) e Faculdades de Tecnologia (FATECS) pertencentes ao Centro Paula Souza na Baixada Santista decidiram iniciar uma greve, demonstrando sua insatisfação com as condições atuais.

De acordo com informações do Mais Santos, a paralisação, cujo prazo ainda não foi definido, tem como principal objetivo buscar a concretização de suas reivindicações, que incluem ajustes salariais e aprimoramentos nas circunstâncias de trabalho.

A greve teve início com um protesto ocorrido nas proximidades do campus da ETEC em Cubatão. A decisão foi tomada durante uma assembleia geral realizada nas instalações do Sindicato dos Trabalhadores do Centro Paula Souza (SINTEPS).

No contexto das ETECS, todas as cidades localizadas na região da Baixada Santista possuem pelo menos uma unidade. Por outro lado, as Fatecs estão representadas apenas em duas localidades da região, mais precisamente em Santos e Praia Grande. Como resultado direto da paralisação, aproximadamente 10 mil estudantes ficarão sem aulas.

Os profissionais alegam que o atraso por parte do governo estadual em atender às demandas apresentadas foi um dos principais fatores que motivaram o início da greve.

As reivindicações incluem o reajuste salarial para os membros da categoria, a realização de reformas nas infraestruturas das instituições, a concessão do Bônus Resultado, a compensação das perdas salariais acumuladas ao longo de anos anteriores e a revisão do plano de carreira.

É importate ressaltar que o movimento tem como objetivo a melhoria das condições tanto para o trabalho dos profissionais quanto para o processo de aprendizado dos estudantes.

Compartilhe