Polícia

Defensoria Pública de SP: 43% dos presos na Operação Escudo foram liberados

Segundo o relatório, de 396, 242 presos em flagrante têm idades entre 18 e 24 anos

A megaoperação ocorreu, após o assassinato do policial Patrick Bastos Reis - Imagem: Redes Sociais
A megaoperação ocorreu, após o assassinato do policial Patrick Bastos Reis - Imagem: Redes Sociais

Karina Faleiros Publicado em 29/09/2023, às 12h26


Na Operação Escudo, iniciada em agosto deste ano, de acordo com o relatório, dos 396 presos em flagrantes, 242 têm idades entre 18 e 24 anos. Além disso, há o registro de que 242 detidos [61,1% do total] não tinham antecedentes criminais.

O órgão revelou ter levado em conta as 396 prisões em flagrante, que fazem parte das 630 detenções gerais, anunciadas pela secretaria de segurança pública do estado de São Paulo.

Muitos foram a favor e contra a operação. Na época, moradores do Guarujá fizeram uma carreata em favor da ação da polícia.

A Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol) e a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, divulgaram notas de repúdio ao caso que aconteceu com o delegado Thiago Selling, que foi baleado durante uma operação contra o tráfico, e solidariedade ao delegado e sua família. Além da Procuradoria-Geral de Justiça, que também expressou solidariedade.

Compartilhe